Eventos

Formas de classificar os eventos

Formas de classificar os eventos

Actualmente existem inúmeras formas de classificar os eventos, capazes de responder aos propósitos determinados pelos seus organizadores.

Os eventos são classificados de acordo com vários tipos de critérios que ajudam a perceber as vantagens de cada um e a decisão de participação, ou não, de determinado evento.

Também a classificação dos eventos não é consensual, existindo inúmeras classificações adoptadas por diversos autores, vejamos;

Quanto  à sua finalidade, os eventos podem ser classificados;

  • promocionais - relacionados com a venda de produtos ou serviços;
  • públicos e Institucionais - estes tem o objectivo de desenvolver ou divulgar a imagem da empresa.

Quanto ao seu período;

  • esporádicos - sem periodicidade pré-definida e quanto é o interesse da empresa;
  • periódicos - têm uma periodicidade fixa;
  • de oportunidade - aproveitando datas comemorativas, por exemplo.

Quanto à area de abrangência;

  • locais;
  • regionais;
  • nacionais;
  • internacionais.

Quanto ao seu âmbito ou zona de acção;

  • externo ou amplo - com o objectivo de expansão do negócio, através da promoção, divulgação a participantes, trocas de experiência e actualizações;
  • interno ou restrito - a organização tem como objectivo a integração dos funcionários, realizados muitas vezes nas instalações da própria empresa.

Quanto a público de alvo desejado;

  • corporativo - realizados para o público interno da empresa;
  • consumidor - eventos voltados para o consumidor final dos produtos e serviços da empresa;
  • ambos - cultural e comercial.

Quanto ao nível de participação;

  • directa (participante) - quando são utilizados os próprios recursos financeiros;
  • indirecta (patrocinador) - quando se opta por participar em eventos criados por outras empresas, através de diversos apoios, incluindo o patrocínio.

Quanto ao público;

  • fechados - ocorrem dentro de determinadas situações especificas e com o publico alvo definido, que é geralmente convidado a participar;
  • abertos - propostos a um publico, estes podem sujeitos a um determinado segmento de publico que pode aderir mediante uma inscrição gratuita ou ao pagamento de uma taxa de participação, ou então são abertos em geral, onde os participantes nada pagam pela sua presença.

Quanto à area de interesse;

  • artísticos - relacionados a qualquer manifestação de arte ligada à musica, pintura, escultura, poesia, literatura ou outras;
  • científico - trata de assuntos referentes às ciências naturais e biológicas como por exemplo, medicina, biologia e botânica.
  • cultural - ressalta os aspectos de determinada cultura, para conhecimento geral ou promocional;
  • cívico -  trata de assuntos ligados à patria;
  • desportivo - ligado a qualquer tipo de evento do sector desportivo, independentemente da modalidade ou modalidades em causa;
  • folclórico - trata da manifestação de culturas regionais de um país, abordando lendas, tradições, hábitos e costumes típicos;
  • lazer - proporciona entretinimento ao participante;
  • promocional - promove um produto, pessoa, entidade ou governo, quer seja a promoção de imagem ou apio ao marketing;
  • religioso - trata de assuntos religiosos, seja qual for o seu credo;
  • turístico - explora os recursos turísticos de uma região ou país, por meio de viagens, profissional ou não.

Como podemos observar, a classificação dos eventos, é variada e enquadra-se geralmente num destes termos.

No nosso próximo "post" iremos explicar um pouco mais sobre a tipologia de eventos, até lá.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *